Bahia, 23 de fevereiro de 2024 às 22:34 - Escolha o idioma:

Após embate sobre organização do Carnaval, Bruno diz trabalhar em sintonia com governo


- Crédito da Foto: Camila Vieira/bahia.ba - Publicado em: 10 de fevereiro de 2024


 

Prefeito de Salvador afirmou neste sábado que discutirá com gestão estadual ajustes nos acessos à festa momesca

 

 

 

O prefeito de Salvador, Bruno Reis (União Brasil), afirmou no sábado (10) que, apesar das divergências políticas, busca atuar em sintonia com o governo do Estado em demandas a favor da população.

“Vocês estão acostumados aqui, nesses 12 anos, dois não tiveram Carnaval […] nesses dez anos, apesar das divergências partidárias, sempre nos momentos decisivos e importantes, seja na cidade, estado, nos unimos para entregar à população o melhor. No Carnaval não é diferente. A nossa equipe está trabalhando de forma integrada”, disse Bruno Reis durante coletiva de balanço sobre o segundo dia de Carnaval

A declaração ocorre dias após um embate público entre as duas gestões a acerca do protagonismo em torno da organização da festa.

Na semana passada, o vice-governador Geraldo Júnior (MDB), coordenador da festa, afirmou que, sem o governo do Estado, não tem como ter o Carnaval”. Em réplica no dia seguinte, Bruno Reis afirmou que a folia é organizada pela prefeitura.

Ao baixar o tom diante da provocação daquele que será o seu principal adversário nas eleições de outubro, Reis diz que pretende conversar com a gestão estadual para ajustes nos acessos aos circuitos da folia momesca, sob responsabilidade da administração estadual.

“Esse ajuste na barreira precisa ser feito. A gente tem na hora de entrar o mesmo espaço de quem está saindo. Vamos fazer ajustes. Vamos aumentar o espaço de entrada no horário que tem mais fluxo de entrada. Depois, vamos aumentar o espaço da saída no horário que tem mais fluxo de saída”, disse.

“Nós vamos conversar. Eu tenho certeza que vamos implementar isso. Não tem dificuldade. Esse trabalho já ocorre previamente, seja de ajustes nas estruturas que estão nas ruas, seja de todo serviço que vai ser executado em conjunto, em espacial da segurança. Porque a Guarda Municipal trabalha afinada pela Polícia Militar”, acrescentou o prefeito.

Bahia.ba