Bahia, 1 de março de 2024 às 14:32 - Escolha o idioma:

BRT: Neto diz que ação civil do MP-BA e MPF-BA é ‘contra a cidade’ e que obras continuam 


Publicado em: 14 de junho de 2018


 

 

O prefeito ACM Neto criticou nesta quinta-feira (14) a ação civil pública ajuizada conjuntamente entre o Ministério Público da Bahia (MP-BA) e o Ministério Público Federal da Bahia (MPF-BA) que requerem a nulidade do contrato do BRT e a suspensão imediata das obras do equipamento. “Eu realmente não posso respeitar esse tipo de coisa porque é contra a cidade. Com todo o respeito aos dois, mas eles estão fazendo uma coisa contra a cidade e nós vamos usar de todos os meios necessários para defender os interesses de Salvador”, afirmou o prefeito. ACM Neto ainda comparou a obra do BRT com a do metrô de Salvador e questionou o motivo das entidades não terem aberto ação civil pública contra o equipamento. “Me estranha muito não ter tido a mesma ação com relação à obra do metrô, que suprimiu 2 mil árvores da Paralela, que era o parque verde, contínuo, da cidade”, criticou Neto, afirmando que o BRT tem impacto “muito menor” na fauna e na flora do que teve o metrô. “E agora vem o Ministério Público querer criar esse tipo de confusão. Espero que não tenha interesse que não seja o mais legítimo por trás dessas iniciativas, mas eu vou enfrentar esse assunto e defender o BRT frente à Justiça. E as obras vão continuar, porque não tem nada que impeça que elas continuem”, disse o prefeito de Salvador.

Por Júlia Vigné