Bahia, 18 de julho de 2024 às 08:41 - Escolha o idioma:

COLBERT FILHO, O PREFEITO DE FEIRA DE SANTANA


Publicado em: 2 de abril de 2018


Marilton Carvalho*

Depois de anos almejando colocar ideias, projetos e sonhos para uma Feira de Santana melhor chegou a hora, e como diz o poeta “quem sabe faz a hora não espera acontecer”, a hora é agora, começar a colocar em pratica a partir do dia 08 de abril de 2018 quando assume por direito, eleito democraticamente vice-prefeito que na vacância do cargo de prefeito é empossado imediatamente.

Seria pelo menos ético que o prefeito atual, José Ronaldo de Carvalho, exonerasse todos, secretários principalmente, para que o governo que se inicia fique à vontade para fazer sua equipe de inteira confiança, não esquecendo que é um novo governo que começa.

Desde antes de pleitear a candidatar-se ao cargo de prefeito em 1994 os planos e projetos já estavam sendo desenvolvidos, agora é só colocar em pratica, é hora de arregaçar as manga e fazer o governo que seus seguidores, fieis, que por diversas vezes depositaram nas urnas os votos para ter Dr. Colbert Filho no comando do governo da Princesa do Sertão.

Com orçamento de mais de R$1 bi é um desafio enorme, mas não é impossível basta saber escolher homens e mulheres para o primeiro e ultimo escalão que estejam comprometidos com o trabalho honesto e gostem do que fazem, não esquecendo nunca da frase de Getúlio Vargas, “nunca escolha para fazer parte de sua equipe aquele que você não pode dispensar”. A receita própria pode crescer sem ser necessário aumentar os impostos, basta colocar em pratica as leis existentes, campanhas de atualização dos impostos territoriais, incentivar as construções dentro do anel de contorno onde já existem infraestruturas, cobrar o imposto devido dos terrenos que não estão de acordo as leis, taxas e impostos sobre serviços, etc. Para reduzir custo se fizer corte do pessoal desnecessário, agir como faz na iniciativa privada, acabar definitivamente com empreguismo eleitoreiro.

O novo prefeito da Princesa do Sertão tem que fazer reengenharia na cidade e para tanto é necessário tomar algumas providencias urgentes que fará com que o governo de Colbert Filho imediatamente obtenha sucesso desejado:

Para o transito contratar engenheiro com especialidade, pós graduado e com experiência em grandes cidades, imediatamente o transito irá fluir sem os percalços atuais, as reclamações generalizadas da população sobre o transito caótico transformará em elogios ao novo governo.

Feira livre em todas as calçadas, ruas, praças e esquinas é quase impossível acabar, mas nada impede de organizar e ordenar, é obrigação do gestor municipal, assim sugiro que seja transformado os locais aonde as feiras livres estão instaladas, institucionalize cercando com grades, equipando com banheiros públicos e barracas padronizadas, proporcionando segurança aos feirantes e consumidores.

A Marechal Deodoro é um ótimo local para ali ser instalado um mercadão a céu aberto como já existe em várias cidades do Brasil e países desenvolvidos. Também se inibir ou proibir a saída de carros de mão do centro de abastecimento o efeito será imediato, mas para tanto é necessário criar alternativas gerando feiras livres nos bairros com dias certos e hora de início e fim, dispondo de transporte para feirantes cadastrados, logo o governo vai ser elogiado.

Transporte Público – Se a população aprova as vans, que as vans sejam as opções, mas tem que atender as determinações das leis e normas. Os corredores de trafego devem ser livres de quebra-molas e pavimentado de preferência com asfalto.

As Festas – A micareta que aqui foi criada e a aqui está acabando, inverta, faça voltar a festa do povo. Incentivar que volte a ter as, Festa de Santana, Kalilândia, Jardim Cruzeiro, Bomfim, Jaguará, etc.

Vaquejada – A nossa Princesa do Sertão está na entrada do sertão e aqui nada tem para comemorar o que determinou a origem, vaquejada, rodeio ou algo parecido, veja que todas as cidades do interior baiano e do Nordeste é comemorado o São João como a data de maior festejo, enquanto aqui passa quase despercebida, o São João de São José atrai poucos turistas.

Expo-feira – A festa da agropecuária não pode ser confundida com apresentações de cantores nacionais, o palco para contratar estas atrações deve ser outro em outra data, ali no Parque de Exposições João Martins da Silva pode ser realizado várias festas, exposições, feiras, etc., o ano todo.

Agricultura – O município de Feira de Santana possui apenas 7% de latifúndios enquanto que os 93% restante é formado por pequenas glebas que na sua maioria é formada de proprietários e familiares que residem e cultivam a terra para seu sustento, acredito que o incentivo para aumentar a produção nestes minifúndios terá efeito positivo de imediato principalmente para fixar o homem no campo.

Saúde – Seria uma pretensão muito grande da minha parte opinar em algo que Dr. Colbert conhece muito bem,

Educação – São centenas de escolas e salas de aulas em todo município consumindo obrigatoriamente, por lei, 25% do orçamento, mas pode e deve ser alocado com melhores critérios fazendo com que os profissionais de educação estejam sempre presentes juntamente com os alunos com horário integram de 7h as 17h, voltar a fazer com que a escola pública volte a ser referência, dispensando tratamento a todos como no ensino privado, se necessário com relógio de ponto para alunos e educadores.

Para ser uma verdadeira metrópole acredito que o novo prefeito pense grande e que nossa cidade seja vista como exemplo de desenvolvimento, é inaceitável que uma cidade da grandeza da nossa Princesa possua apenas uma passarela de pedestre dentro do anel de contorno, aquela ali na Olímpio Vital ligando o terminal de ônibus ao centro de abastecimento que infelizmente dificilmente é utilizada, sabendo que em vários pontos da cidade já passou de ter passarelas, Sales Barbosa para Marechal e na Presidente Dutra na Rodoviária para o outro lado da avenida que nem faixa de pedestre possui e agora ali onde foi construído o túnel da João Durval onde deveria ser instalada uma passarela de pedestre resolveram colocar sinaleiras, enquanto que em Salvador tem centenas algumas com elevador.

Nossa querida Princesa do Sertão precisa voltar a esta no noticiário nacional com algo que nos deixem orgulhosos e não como vem acontecendo sempre nos últimos anos, recente esta como a 18° cidade mais violenta do mundo, acredito que sempre podemos melhorar e acreditando no que me disse no passado que “existem honestos e desonesto e não aqueles muito ou pouco honestos”, quero aplaudi de pé.

Marilton Carvalho – marilton@alicrim.com.br