Bahia, 26 de fevereiro de 2024 às 10:49 - Escolha o idioma:

Curso de condutor de emergência abre atividades do Centro de Formação de Condutores da PM


Publicado em: 19 de março de 2018


Uma solenidade realizada na manhã desta segunda-feira (19) marcou a aula inaugural da primeira turma presencial do Centro de Formação de Condutores Tiradentes, da Polícia Militar da Bahia (PMBA), inaugurado no final do ano passado. O evento, realizado no auditório do Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran), contou com a presença do comandante geral da PMBA, coronel Anselmo Brandão, membros da corporação, do diretor de Educação e Segurança para o Trânsito do Detran, Carlos Moura, além dos 50 alunos que formam a turma.

“A Bahia sai na frente. É a primeira escola ligada ao Detran que irá capacitar todos os nossos policiais na condução dos seus veículos. Não só dando a capacitação, mas também dando a oportunidade para eles tirarem a primeira habilitação. É uma escola que vai permanecer constante, ou seja, a todo momento nós estaremos capacitando nossa tropa. Esse foi um pleito antigo. Nós não tínhamos essa escola e aqui, hoje, nós estamos dando o pontapé inicial após a formalização de um convênio com o Detran, a primeira aula e a primeira turma de muitas que virão daqui para frente”, declarou o comandante Anselmo.

O curso a ser ministrado é o de Condutor de Veículos de Emergência, exigido pela Legislação para todo profissional que conduza veículo de emergência, que é o caso das viaturas. Antes, a formação era oferecida à distância através da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp). Agora, os policiais da capital e Região Metropolitana de Salvador (RMS) passarão a ter aulas presenciais. Os PMs do interior permanecem com o modelo anterior. “O curso tem duração de 50 horas e engloba, entre outras disciplinas, direção defensiva, primeiros socorros, meio ambiente e relacionamentos interpessoais”, explicou o diretor geral do Centro de Formação de Condutores Tiradentes, major Jorge Paraíso.

A parceria com o Detran permitirá formar condutores, adicionar categorias à habilitação, além da formação continuada. “Realmente é um desafio. Nós fizemos uma parceria, temos um termo de convênio assinado no final de 2017 com o comando da PM. Temos uma meta de levar capacitação a toda a corporação, um contingente de quase 33 mil homens e ao longo desses anos nós vamos tentar fazer um grande esforço para levar nossa expertise à qualificação dos militares”, afirmou o diretor de Educação e Segurança para o Trânsito do Detran, Carlos Moura.

Repórter: Lina Magalí/Secom/Ba