Bahia, 26 de fevereiro de 2024 às 12:23 - Escolha o idioma:

Diretor Executivo do Bahia de Feira, Jodilton Souza comemora goleada: “Feliz com o time”


- Crédito da Foto: Futebol Baiano - Publicado em: 15 de janeiro de 2024


Jodilton Souza também elogiou a presença do governador Jerônimo Rodrigues que esteve na estreia do Baianão.

O Diretor Executivo do Bahia de Feira, o professor Jodilton Souza, está radiante com a goleada do Bahia de Feira na estreia do Baianão neste domingo (14). Jogando em casa, na Arena Cajueiro, o Tremendão fez 6 gols diante do Jacobina, que marcou 1 (veja mais aqui).

Em conversa com o Acorda Cidade, Jodilton Souza fez uma avaliação da partida e destacou os principais desafios em montar uma equipe de peso para ir em busca do bicampeonato neste ano.

“A gente monta uma equipe numa competição tão difícil, tão complexa, como é o Campeonato Baiano. Você tem 10 equipes. Bahia e Vitória na Série A, já dificulta muito. Mas, a gente não fez um primeiro tempo bom, apesar de ter conquistado aqueles 3 a 1. O time falhou, o time não foi bem. Agora, o segundo tempo foi impecável, como o Bahia de Feira joga. Então, em cima dessa partida que nós fizemos, o resultado vai ajudar demais no futuro. É uma competição que você tem que angariar pontos, porque cada vitória sua, você tira pontos do adversário. Então, na realidade, você não ganhou 3 pontos, é uma competição de 6 pontos. E estreando em casa, a gente sabe a tensão, o grupo ainda em formação, mas, felizmente, foi uma surpresa o placar, até porque eu achei que o time do Jacobina não é um time ruim, é um time que tem um bom toque de bola. É porque esse gramado complica muito, o time chega marcando de cima, o gás vai embora e quando chega no segundo tempo, aí, se não tiver habilidade pra jogar, pra trabalhar fisicamente, o time sente demais. E eles sentiram e a gente fez 6 gols. Agora, é botar os pés no chão”.

O Diretor Executivo também aproveitou a oportunidade para falar sobre os novos confrontos do Campeonato Baiano.

“Temos 3 jogos difíceis, né? Pega o Vitória agora, depois Vitória fora, depois pega o Itabuna fora, depois vem com o Bahia aqui e a gente tem que ir somando pontos, a gente fez um planejamento pra ver se nesses 4 jogos a gente conquista 5, 6 pontos e dentro desses 5, 6 pontos a gente pensava em conseguir uma vitória hoje, como conseguimos, então, graças a Deus, a coisa está correndo bem e a gente vai dar sequência. Eu fiquei muito feliz com time, a gente tem tudo pra fazer um bom campeonato”, frisou.

Jodilton Souza finalizou elogiando também a presença do governador Jerônimo Rodrigues que esteve na estreia do Baianão, e destacou ainda a transmissão feita pela TVE, em parceria ao Governo do Estado.

“A gente recebeu apenas uma questão de cordialidade, porque como a TVE está patrocinando a competição e ele havia decidido no dia que assinou o documento, o contrato da TV, ele havia dito que iria em cada estádio acompanhar um jogo. Felizmente, o nosso jogo foi o jogo de lançamento da competição e, sendo um jogo de lançamento, ele quis vir. A gente recebe como recebemos qualquer político. Ele tem a vantagem de ser diferenciado também, gosta. E a conversa foi muito informal, não houve pedido, até porque não é característica nossa pedir nada político, construímos a nossa vida independente, a nossa vida em cima do trabalho. Mas, a gente torce para que ele possa fazer um grande governo e recuperar a Bahia, recuperar no aspecto de saúde, de educação e, acima de tudo, de segurança. Eu acho que é o maior problema que nós temos hoje no nosso estado, hoje caracterizado como um dos países mais violentos do Brasil. É muito difícil, muito complicado, mas a gente também recebe todos, Zé Neto esteve aqui, outro dia teve João Roma. Então, para a gente, a nossa política é da pessoa. Se a pessoa é correta, se a pessoa é direita, se a pessoa é competente, pensa no meio da Bahia, a gente torce por ele. E ele é uma pessoa bem simpática, pessoa bem agradável e eu fiquei muito feliz de iniciar a competição com a presença dele e também uma goleada que foi até inesperada, mas graças a Deus aconteceu, favorável a gente”, concluiu.

Com informações do repórter Ed Santos do Acorda Cidade