Bahia, 14 de agosto de 2022 às 09:12 - Escolha o idioma: pt Português

‘Em função da construção política não foi possível’, diz Neto sobre Zé Ronaldo na chapa


- Crédito da Foto: Matheus Morais/bahia.ba - Publicado em: 4 de agosto de 2022


José Ronaldo era um dos cotados para ser pré-candidato a vice-governador de ACM Neto

 

Após expectativas do ex-prefeito de Feira de Santana José Ronaldo (UB) em se unir ao partido da base de ACM Neto (UB) ser quebrada, com o anúncio da nova pré-candidata a vice da chapa, Ana Coelho, nesta quinta-feira (4), o pré-candidato a governo da Bahia ressaltou que sua a admiração e reconhecimento por Zé continua.

“Zé é uma das pessoas que tem hoje o meu maior carinho e maior reconhecimento, não só pelo o que ele representa como político, mas pelo o que ele representa para mim, pessoalmente. Zé tinha, como Marcelo, naturalmente e legitimamente, a expectativa de poder estar nessa chapa, e se Zé estivesse, eu estaria tão feliz quanto estou com a companhia de Ana, mas em função da construção política não foi possível”, declarou ACM durante coletiva de imprensa.

O ex-prefeito de Salvador pontuou que antes mesmo do anúncio já tinha se reunido com Ronaldo e conversado sobre o futuro político da chapa.“Conversamos muito hoje de manhã, antes de eu sentar com Márcio e Ana. Ele foi a minha casa e conversei longamente com ele. Zé tem todo meu carinho, e sempre terá todo meu reconhecimento. Eu acho que, claro que isso depende da vontade dele, ele pode ter um papel importantíssimo na campanha e no depois, mas eu tenho que respeitar a vontade de decisão dele. Nada da minha parte muda, o carinho, a admiração, o respeito e o desejo que eu tenho que Zé possa ter um papel preponderante ”, explicou.

Neto também negou que Zé ameaçou sair do grupo. “ A mim ele não disse isso. Tivemos uma conversa pela manhã em excelente nível, muito tranquila. Claro, Zé desejava estar aqui, normal. Coloquei para ele os motivos, o que as construções políticas estavam resultando na escolha do nome de Ana, agora evidentemente que eu não posso falar por ele. A mim, ele nunca trouxe uma nesse sentido”, pontuou.

Bahia.ba