Bahia, 18 de junho de 2024 às 18:47 - Escolha o idioma:

Filme: Trem Noturno para Lisboa


Publicado em: 9 de junho de 2018


O filme “Trem noturno para Lisboa” narra a história do professor Raimund Gregorius (Jeremy Irons) que impede uma moça de se suicidar numa ponte. Ela, comovida com a atitude dele, decide acompanhá-lo até a universidade onde o professor leciona, mas logo vai embora deixando seu casaco e um livro(no bolso do casaco) que é o objeto que desencadeia as outras ações de Raimund.

O livro encontrado é “O Ourives das palavras”, de Amadeu de Almeida Prado, um escritor português, pelo menos na ficção, já que esse escritor nunca existiu na verdade. O fascínio do professor pelo livro é tão grande que somos levados a pesquisar sobre a existência do escritor português.

Raimund ao começar a ler o livro penetra na realidade poética de Amadeu, que participou da resistência contra a ditadura de Salazar. Resolve então embarcar em um trem para Lisboa!

As 5 frases interessantes do filme:

“Quando a ditadura é um fato, a revolução é um dever”.

“Viajamos ao nosso encontro quando vamos a um lugar, onde vivemos parte de nossas vidas por mais breve que tenha sido”.

Deixamos alguma coisa de nós para trás ao deixar um lugar, permanecemos lá apesar de termos partido, e há coisas em nós que só reencontraremos ao voltar”.

“Se podemos viver uma pequena parte que há dentro de nós, o que acontece com o resto?”

“Vivemos aqui e agora, tudo que acontece antes ou em outros lugares é passado, em grande parte esquecida”.