Bahia, 14 de agosto de 2022 às 08:40 - Escolha o idioma: pt Português

Líder do PT Bahia diz que escolha de Ana Coelho para vice de Neto foi gananciosa


Publicado em: 5 de agosto de 2022


“Ali não tem espaço para projeto coletivo; é só ganância pessoal”, afirmou o petista

Chegou ao fim, na tarde de quinta-feira (4), a novela sobre a indefinição da chapa majoritária de ACM Neto (União Brasil) na disputa pelo Governo da Bahia. Em coletiva, o ex-prefeito de Salvador anunciou a executiva da TV Aratu, Ana Coelho (Republicanos), como pré-candidata a vice-governadora.

Após o anúncio, o presidente estadual do Partido dos Trabalhadores na Bahia, Éden Valadares, avaliou a movimentação do adversário como “gananciosa”. O petista disse que os outros postulantes ao cargo foram “preteridos pela sede de poder de Neto”.

“Eu não gosto de comentar escalação de time adversário. Melhor perguntar a José Ronaldo (União Brasil), Marcelo Nilo (Republicanos), Félix Mendonça Jr. (PDT) e todos os demais que foram preteridos pela sede de poder de Neto. Ali não tem espaço para projeto coletivo; é só ganância pessoal”, afirmou Éden.

Após a saída de Marcelo Nilo da disputa, as atenções se voltaram para o ex-prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo (União Brasil), além dos deputados federais Márcio Marinho (Republicanos) e Adolfo Viana (PSDB).

Em contato com a imprensa, na quinta, ACM Neto revelou que a escolha do nome de Ana Coelho foi do Partido Republicanos e do deputado federal Márcio Marinho.