Bahia, 1 de março de 2024 às 15:45 - Escolha o idioma:

Marcelle Moraes critica colegas do PV e ameaça deixar sigla: ‘Estou sofrendo perseguição’


Publicado em: 7 de maio de 2018


 

Terceira vereadora mais votada na última eleição, Marcelle Moraes vai tentar deixar o PV após um desentendimento com correligionários. Ela acusa os demais vereadores da sigla e outros integrantes do partido de marcarem uma reunião “secreta” para tirar ela do posto de vice-líder do PV na Câmara de Vereadores. Segundo Marcelle, o encontro aconteceu na última semana e foi feito sem o conhecimento dela. “Eu nem soube que existia reunião, eu tomei um susto, fiquei chocada. Foi uma reunião feita pelos vereadores e por pessoas dentro do partido”, declarou Marcelle ao Bahia Notícias nesta segunda-feira (7), apontando que o próprio presidente da Câmara, Leo Prates, a alertou sobre uma mobilização contra ela dentro do PV. “Estou sofrendo perseguição política dentro do partido porque sou jovem e porque sou mulher”, acusou a vereadora. Novata na Câmara, Marcelle ressaltou que se sente representada pela ideologia do PV, mas que a ação contra ela foi realizada por correligionários que não deveriam estar no partido. “Existem pessoas que estão no partido que são melancia, verde por fora e vermelho por dentro”, disse. A vereadora é pré-candidata a deputada federal, mas nega que uma mudança de partido tenha motivação eleitoral. “Não tem absolutamente nada a ver”, garantiu. O irmão dela, o deputado estadual Marcell Moraes, recentemente deixou o PV para ingressar o PSDB. A vereadora, no entanto, diz que ainda não pensou em qual deve ser seu novo partido.

Por Guilherme Ferreira