Bahia, 26 de fevereiro de 2024 às 11:52 - Escolha o idioma:

Moro põe à venda tríplex atribuído a Lula


Publicado em: 30 de janeiro de 2018


Rovena Rosa / Agência Brasil

O juiz federal Sérgio Moro pôs à venda em leilão público o tríplex do Guarujá, que, de acordo com o Ministério Público Federal, pertenceria ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A decisão foi feita após a 2ª Vara de Execução de Títulos Extrajudiciais da Justiça Distrital de Brasília ter ordenado penhorar o imóvel como ação de cobrança de dívida da OAS com uma empresa de material de construção, comunicou o portal Globo.Segundo o juiz, o valor adquirido após a venda do tríplex será depositado em conta judicial. Caso a sentença seja confirmada, o dinheiro será devolvido à Petrobras, sendo esta considerada vítima do processo. Caso contrário, o valor será transferido ao ex-presidente brasileiro.

Sérgio Moro indicou que a penhora foi realizada incorretamente, já que o tríplex não pertenceu à OAS Empreendimentos nem a Lula da Silva.

“O imóvel foi inadvertidamente penhorado, pois o que é produto de crime está sujeito a sequestro e confisco e não à penhora por credor cível ou a concurso de credores”, explicou o juiz.

Segundo a edição, a penhora do tríplex foi utilizada pela defesa do ex-presidente brasileiro como argumento para provar que o imóvel não lhe pertenceu, mas, sim, à OAS.Em 24 de janeiro, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), por unanimidade, condenou Lula em segunda instância e aumentou a sua pena para 12 anos e 1 mês de prisão. O ex-presidente foi condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, em função da aquisição e reforma do apartamento tríplex em Guarujá (SP), recebido da empreiteira OAS.

 Sputnik