Bahia, 22 de maio de 2024 às 09:36 - Escolha o idioma:

Prefeitura envia ao Rio Grande do Sul 103 mil litros de água arrecadados


- Crédito da Foto:  Valter Pontes/ Secom - Publicado em: 13 de maio de 2024


Iniciativa partiu da ação Salvador Solidária, também foram destinados também materiais de limpeza e outros itens

 

A Prefeitura de Salvador enviou na manhã deste sábado (11) o primeiro carregamento de donativos arrecadados pela ação Salvador Solidária para ajudar as vítimas das chuvas  e das enchentes no Rio Grande do Sul. No total, foram 103 mil litros de água destinados ao estado do Sul, além de materiais de limpeza e outros itens doados pelas pessoas à iniciativa, que segue até a próxima quarta-feira (15) com o objetivo de ampliar ainda mais os donativos para a população gaúcha.

O prefeito Bruno Reis, a vice-prefeita e secretária municipal da Saúde, Ana Paula Matos, e o diretor da Defesa Civil de Salvador (Codesal), Sosthenes Macedo, dentre outras autoridades municipais, acompanharam a saída dos caminhões que vão levar as doações.

A logística conta com o apoio dos Correios, da empresa Vinhedos Transportes, do Exército Brasileiro e da Força Aérea Brasileira (FAB), que auxiliam no transporte dos materiais arrecadados. Uma parte dos materiais vai por via terrestre, com o apoio da Vinhedos, e a outra vai pelo ar, por meio da FAB. A carga será recebida pela Prefeitura de Porto Alegre, que irá redistribuir o material com outros municípios.

O prefeito ressaltou que a meta era arrecadar 50 mil litros de água, mas o objetivo foi ultrapassado em mais que o dobro, e conclamou as pessoas para que continuem fazendo doações. “Eu quero aproveitar este momento para agradecer o espírito de solidariedade do soteropolitano. Essa corrente de mobilização, de solidariedade, não para. Então continuem doando, nós estamos recebendo esses donativos aqui na Codesal e na sede das Prefeituras-Bairro. Cada participação é muito importante para todos que estão passando por essa imensa dificuldade”, afirmou.

Bruno Reis contou que tem mantido contato com o prefeito de Porto Alegre (RS), Sebastião Melo. “Ele tem me atualizado. Já são mais de 10 mil pessoas desabrigadas. Realmente a grande necessidade é água e material de limpeza. Já tinham recebido doações de alimentos, de agasalhos, então ele pediu que nós mobilizássemos a nossa cidade para viabilizar água, porque já começa a ter desabastecimento. E com isso a gente vai dando a nossa contribuição”, relatou.

Ana Paula Matos, que integra a Coordenação de Desastres da Frente Nacional dos Prefeitos (FNP), agradeceu ao empenho da Defesa Civil, dos voluntários e da população de Salvador. “De forma integrada, com apoio do Exército, Correios, Codesal e diversos órgãos parceiros, estamos arrecadando água e material de limpeza, mas, sobretudo, passando uma mensagem de amor, esperança e solidariedade. Já fizemos isso em outros momentos, como na própria pandemia e nas chuvas aqui na Bahia, e foi de extrema valia, os soteropolitanos estão abraçando essa causa, pois o trabalho de reconstrução do Rio Grande do Sul necessita do apoio de todo povo brasileiro”, disse.

Sosthenes Macedo também destacou a solidariedade do povo soteropolitano. “A ação começou na última quarta (8) e já conseguimos passar de 100 mil litros de água em pouco tempo. Neste momento difícil para nossos irmãos e irmãs no Rio Grande do Sul, que foram duramente afetados pelas chuvas históricas, nossa cidade se uniu em um gesto de amor e compaixão. Essa demonstração de solidariedade reflete o espírito de união e fraternidade que caracteriza o povo de Salvador”, afirmou.

O diretor da Codesal destacou ainda a participação de diversas entidades e secretarias municipais, que se mobilizaram para fazer doações. Os tribunais de Contas dos Municípios (TCM) e do Estado (TCE), por exemplo, promoveram uma campanha com servidores e doaram 10 mil litros de água para a ação Salvador Solidária.

O sistema Fecomércio arrecadou e enviou à iniciativa outros 10 mil litros, enquanto o Sindicato de Habitação na Bahia (Secovi) doou 5 mil litros. Sosthenes contou ainda que outras empresas, a exemplo de supermercados, também fizeram doações. “Já recebi mensagens de diversas pessoas e representantes de entidades informando que farão doações até a próxima quarta-feira. Cada gesto de ajuda faz a diferença e mostra que juntos somos mais fortes”, pontuou.

A superintendente regional dos Correios na Bahia, Evelyn Negrão, afirmou que a instituição está com toda a sua estrutura mobilizada para poder apoiar o Rio Grande do Sul. “Superou muito as nossas expectativas, as pessoas realmente estão doando. A gente está com uma doação muito significativa”, contou ela, ressaltando ainda que os Correios prontamente aceitaram a parceria com a Prefeitura para encaminhar os materiais.

As doações podem ser feitas até a próxima quarta-feira na sede da Codesal, na Av. Mário Leal Ferreira, e também nas Prefeituras-Bairro da capital baiana, das 8h às 16h. As chuvas históricas no Rio Grande do Sul já deixaram mais de 100 mortos e mais de 300 mil pessoas desalojadas.

Bahia.ba